terça-feira, 27 de dezembro de 2016

A HOMOSSEXUALIDADE DEVE SER RESPEITADA, É UM FENÔMENO NATURAL.

A HOMOSSEXUALIDADE DEVE SER RESPEITADA, É UM FENÔMENO NATURAL.


 
A HOMOSSEXUALIDADE, A NATUREZA E OS  CONCEITOS SOCIAIS
O PORQUE  DE TANTOS CASAIS GAYS SE REVELANDO NA ATUALIDADE
                        Ultimamente o mundo tem vivido momentos inusitados, ora machista , ora homofóbico, instantaneamente vem na  mente das pessoas o que diz o livro sagrado e  de imediato surgem discriminatórias interrogações,  é você contra ou a favor do relacionamento gay?
                       Do ponto de vista genético, econômico, social e político a humanidade atravessa uma fase de transformação muito grande, nos seus conceitos os cientistas demonstraram por diversas pesquisas que a homossexualidade não é uma doença (não é homossexualismo), que o fator principal é inato e involuntário, que nenhum cidadão ou cidadã tem culpa de apresentar esta tendência, os termos curado ou recuperado,   como alguns apregoam não cabem e nem devem ser usados, uma vez que não é doença  e não se trata de crime, pois não comete ilícito o ser humano que descobre a sua  preferência por pessoas do mesmo sexo.
                     No estudo etológico,  sendo a conduta animal um modelo para o homem,  foi demonstrado que nos irracionais esta é uma das maneiras dos animais preservarem as suas vidas, cardumes inteiros de algumas espécies de peixes são constituídos na sua maioria de fêmeas, uma vez que muitos machos se feminilizam ou se neutralizam na presença dos machos ou fêmeas condutores ou dominantes , os lobos involuntariamente  baixam as suas guardas, botam a calda entre as pernas  e oferecem o traseiro ao lobo alfa num gesto de obediência  e de submissão em troca de comida e da vida, atitudes semelhantes mais evidentes acontecem com os   golfinhos, os Chimpanzés, os Macacos, as Girafas, as Baleias, os Cisnes, os Bisões e outros milhares de animais, quem manda é o comando, a liderança.  É a sobrevivência  da espécie.
                   Nos seres humanos o fenômeno existe , porém de outra maneira, não pela submissão e nem pela defesa à vida, o fenômeno humano emana  dos regimentos culturais, sociais, filosóficos, políticos e econômicos, os homens mais evoluídos, mais cultos, mais sociáveis, político e economicamente independentes têm uma tendência a se desligarem dos entraves impostos pela sociedade machista desde as primeiras civilizações, eles circulam sem atritos no universo dos antigos, dos  equivocados  e arcaicos  conceitos , vivem com ou sem o menor grau de preconceitos, muitos sexualmente se descobrem e se revelam definitivamente  da terceira à quinta década da vida, quando estão bem profissionalmente, tanto os masculinos como os femininos .
                      Aliado a este fenômeno, o crescimento sócio-político-econômico das mulheres e a presente revolução feminina  num crescente  vêm ocupando espaços antes capitaneados  pelos  homens, conseqüentemente surgem grupos de mulheres que assumem  os comandos  e  as lideranças , algumas ajudadas pela elevada taxa da testosterona endógena,  naturalmente  presente em 10% destas e outras pelo  uso artificial deste hormônio nas suas atividades físicas lhes proporcionado força , robustez na voz  passando ao interlocutor  firmeza e  segurança, é o que esperam as mulheres dos seus parceiros sexuais. Com estas propriedades passaram a ser  os pontos de referencias e  de convergências dos seus grupos, de suas comunidades ou das sociedades das quais fazem parte.
                     Para este tipo de mulher, ouve uma escassez de homem à altura, as mulheres cresceram e crescem, enquanto os homens estacionaram ou regridem do ponto de vista social, sumindo do universo feminino. Com estas propriedades  as mulheres alfas passaram a conquistar  a confiança, a simpatia e o amor das pessoas do mesmo sexo  . Como  as amarras, o atraso e o arcaísmo  foram e estão sendo eliminados , o fenômeno natural da homossexualidade passou a fluir normalmente como ocorre na natureza com todas as espécies , não seria diferente com os humanos, de diferente apenas o modus operandi, que em vez da submissão, no humano  predomina a inteligência .
                           Hoje se discute o sexo dos seres humanos,  se   masculino  ou feminino como fatos do passado, gênero sexual é uma coisa e  preferencia sexual é outra. 

O sexo refere-se aos aspectos anatômicos, morfológicos e fisiológicos (genitália, cromossomos sexuais, hormônios) da espécie humana, enquanto gênero preferencial remete aos significados sociais, culturais e históricos associados aos sexos, pode haver uma atração por pessoas do mesmo sexo ou inexistir atração por qualquer dos sexos.
                  A identidade do gênero sexual  se refere ao gênero que a pessoa se identifica, homem ou  mulher ou fora do convencional, esta identidade é formada até os 03  primeiros anos de vida  e é muito difícil de se mudar, sofre influencia da família, da religião, da etnicidade e do trabalho, esta identidade dita o modelo das roupas, do cabelo, a entonação da voz , a maneira do andar e os costumes, pode está ligada ou não   à preferência sexual.
                         A neurociencia mostrou que a preferencia sexual do ser humano é inata, é determinada biologicamente até mesmo antes do nascimento.  Interessar-se sexualmente por homens ou mulheres é algo que seu cérebro faz automaticamente, preferência não é opção, o ser não opta,  ele ja nasce com a preferência, a descoberta é apenas questão de tempo, assume publicamente, abraça e curte, ou tenta abafar, esconder, ou mesmo ir contra ela. A preferência sexual não se muda, não se escolhe, ela é inata, o indivíduo no decorrer da vida descobre e assume ao decretar a sua independencia.
                        Para a sociedade atual o importante é o cérebro, isto é, a inteligência, a profissão, a ética,  o humano politicamente falando ,  o importante é o cidadão ou a cidadã, são estas as  qualidades que interessa à sociedade, a preferência sexual é um fenômeno íntimo, particular e que só interessa ao eu de cada um, o lado íntimo  tem pertinência com ele mesmo, pesa mais a independência e a  contribuição do individuo para o engrandecimento da humanidade.
                        Vaticino que na grande maioria , o homem é um elemento hormonal, o gênero é apenas uma classificação social e genética, é organizacional. A sua preferência afetiva/ amorosa tem vários vetores e fatores, vai depender naturalmente da taxa de testosterona, da ascendência cultural, política, social e filosófica.
                       A sociedade do futuro será livre, tudo passará por um período de amadurecimento, o mundo caminhará se desvencilhando  das amarras, dos preconceitos e das agressões gratuitas vividas hoje pelas minorias.
                       O mundo é laico em todos os sentidos , o homem é apenas o seu condutor, o masculino e o feminino são dualidades seculares e classificatórias, hoje e para o amanhã  o gênero sexual caminhará no paralelo ou embutido em cada um dos habitantes da ciranda social  que é a vida.
                     Viva , seja coerente e deixe os outros viverem, o mundo é de todos, o homem  tem por obrigação respeitar a individualidade de cada ser humano, o gênero sexual é  anatômico, é concreto,  enquanto a preferencia sexual circula pelo mundo do abstrato, todos são cidadãos  e vivem dos seus trabalhos.
                                         Iderval Reginaldo Tenório

Nenhum comentário: