quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

O PROFESSOR MERECE RESPEITO, O BRASIL ESTÁ DORMINDO.

Resultado de imagem para o professor
Adicionar legenda

                      O PROFESSOR MERECE RESPEITO, O BRASIL ESTÁ DORMINDO.


Amigo do Brasil, nos últimos anos tem se  visto a deterioração das principais células que compõem  o alicerce de uma  sociedade, no  próprio lar  vivencia-se o adoecimento, jamais a morte da família regida pela consangüinidade , pela hierarquia natural entre os seus membros , pelo incondicional amor materno, paterno, dos avós, tios e irmãos , esta célula está sendo substituída  por uma célula regida pela família dos manuais, dos códigos, dos regimentos, da quebra dos paradigmas,  das leis, dos direitos humanos, dos ditames jurídicos , pelas amarras das conquistas da sociedade , pela  evolução nos relacionamentos  humanos, como também, pelo   respeito mútuo e amor entre os seus componentes independente do grau de parentesco, da sexualidade e da idade, porém, a célula mater, a célula  na qual a sua principal propriedade é o laço consanguíneo se manterá viva para a eternidade, é muito forte e resistente, é a família dos sonhos. 

A família tradicional consangüínea, constituída de pais e filhos está sendo substituída por estes novos regimentos, é o direito à cidadania de todos os seres humanos, não tem volta, cabe à sociedade  atual entender que individualmente,  o importante é o cidadão e na família,  o respeito.

Daqui para frente a família será mista, dois homens, duas mulheres, dois divorciados, dois solteiros, inseminação artificial, filhos adotivos e outras modalidades, a de menor freqüência será a tradicional, este será o mote.

A segunda célula é a do magistério, a do professorado, esta célula em tempo passado tinha uma importância equivalente à primeira, o professor era um ser sublime, era uma peça fundamental na formação do homem, por não fazer parte consagüinamente da vida do aluno, tornava-se um elemento ouro e  a maior referencia na vida do cidadão, o professor era um mito, era um dos portos seguro para a humanidade.

 Hoje , com a supremacia do TER sobre o SER, os magos da educação perderam a força, estudantes discutem , tripudiam e   vilipendiam dos mestres, lhes faltam com o devido respeito e muitos partem para a brutalidade, chegando à agressão física numa demonstração clara de um verdadeiro sacrilégio, uma vez que, o professor é o único caminho para a salvação social. Ponto importante também, é a atitude de muitos dirigentes, alguns esquecem que já foram alunos, e tudo que são , vem e devem aos simples e humildes mestres, como explicar greves por melhores salários, por uma sobrevivência mais dignas por partes destes abnegados? E como entender em todo o Brasil as agressões sofridas, o bater dos comandados policiais nestes baluartes, homens fardados, de botas sete léguas, encapuzados, enraivados e que naquele momento não pensam , não  raciocinam e não possuem atitudes de contestar aquelas dantescas ordens oriundas dos seus superiores, como bater num professor só porque receberam ordens, como massacrar uma classe profissional que só pensa no bem da sociedade? Apenas porque os superiores entendem que aquela atitude é a mais correta?  Agressões e humilhações  na Bahia, no Ceará, em São Paulo e agora no Paraná.

Isto amigos é munição para os maus estudantes, para alguns irresponsáveis pais e  para os que vivem sem compromisso maltratarem  estes abnegados professores, um dos maiores patrimônio de uma sociedade.

O Mundo está perdido, urge parcimônia, juízo, respeito, consideração e mais atenção com o futuro deste povo.

Com a palavra os dirigentes, os gestores e o BRASIL, o mal ainda tem cura , o moribundo não pode morrer,  o enfermo  precisa escapar, Acorda Brasil, acorda, os professores merecem mais respeito, afinal são eles a base de toda a sociedade. Como a água e o oxigênio, é o professor o nécta vital de um povo e que se perpetuará de geração em geração. Urge providencias.

Professor o povo precisa dos seus ensinamentos, o Brasil lhe de  deve satisfação e lhe pede desculpas.

Salavador, 16 de Maio de 2015

Iderval Reginaldo Tenório

BLOG    http://www.iderval.blogspot.com.br

Dom e Ravel - Você também é responsável. - YouTube

Vídeo para voce também é responsavel então me ensina a escrever

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

O MENINO , O SOL, A LUA, A TERRA E A SUA PROFESSORA.

O MENINO , O SOL, A LUA, A TERRA E A SUA PROFESSORA.

                                                                  



Dizia dona Quenquem, a velha professora, que os índios, os negros,  os orientais, os povos do inicio do mundo sabiam deste casamento desde os tempos da pré-história e que para muitos , o sol era o rei, o deus , o médico e o cuidador do universo , enquanto a lua era a rainha, a  deusa , a companheira inseparável do sol, falava com tanta ênfase, com tanta certeza  que todas as crianças  literalmente  acreditavam.
 
 
No decorrer  dos anos e do seu crescimento, o Zequildo começou a contestar estas verdades, perguntas mil surgiram . Como pode o sol se casar com a lua se a lua é filha da terra  e a terra é  filha do sol? Pode o avô se casar com a neta? outro fator importante que aprendeu , é que o sol é milhões de vezes maior do que a terra e esta  milhões de vezes maior do que a  lua, outras perguntas surgiram, pode uma baleia se casar com uma formiga, uma piaba ou uma abelha? o Zequildo passou a não mais acreditar piamente na  estória da professora Quenquem, ficou convicto que se tratava de um conto de  carochinha. 
 
 
Veio a adolescência, a idade adulta e a fase do amadurecimento , como um despertar, o Zequildo voltou a acreditar naquela estonteante estória, começou a entender que além do estudo material, existencial e real, existe o estudo abstrato, virtual, invisível, o estudo criacional, tomou conhecimento  do mundo mitológico, criado para dar vida aos fatos inanimados, aos fatos da imaginação , foi nesta ciência que enxergou e viveu   a realeza do sol e o seu endeusamento, foi nesta atmosfera que sentiu o real casamento dos dois astros.
 
 
Chegou a pensar na adolescência,  que a terra era filha dos dois, pois durante o dia o sol lhe dava diretamente a luz da vida e à noite , por intermédio  da lua,    continuava a lhe mandar os valiosos raios de energia, que segundo dona Quenquem, era  a fonte da vida.

Na fase adulta , confirmou os seus pensamentos  com mais propriedades, teve conhecimento  que em nenhum momento, nem o sol e nem a lua  abandonam a terra, eles continuam eternamente a seu dispor, ora de um lado, ora do outro, mas sempre a lhe proteger, sempre a proverem o néctar da vida, coisa que só os pais conseguem realizar eternemanete . 
 
 
Daí passou a acreditar neste belo casamento, passou também a enxergar nestes astros não só a santidade , acrescentou mais algumas  propriedades, eles são os pais da terra e de todos que vivem nela  independente de qual reino façam parte, uma vez que não escolhem e nem selecionam para quem enviar os seus raios, inclusive são muito sábios, pois  mandam muito para determinadas regiões e pouco para outras, esta distribuição é apenas questão de tempo e de estratégia, uma vez que as regiões  que recebem muito sol são secas e pobres em determinadas riquezas, principalmente na agricultura e pecuária, porém ricas noutras . Como no futuro  provavelmente será o sol , a única e promissora fonte de energia não poluente,  a situação será invertida, ricos serão aqueles que mais o receberão, tudo é questão de tempo e de reverberação, coisa que só os luminosos possuem.
 
 
Hoje o Zequildo acredita na sua professora , acredita de corpo e alma que a realmente o sol é o rei, a lua a rainha, a terra a sua filha e todos que nela habitam são seus dependentes. 
 

Diariamente   o Zequildo dá viva a mitologia,  jura que acredita e que  Dona Quenquem não sai de sua cabeça,  para o Zequildo a velha professora é uma filósofa, uma guru, uma sábia,  é  eterna , como eternos são o sol, a lua e a terra. 
 

Viva dona Quenquem e viva a mitologia, o Zequildo  é hoje  mais um pecador, um vivente , um homem que acredita na vida.
 
 
Iderval Reginaldo Tenório

Beethoven - Sinfonia n.º 9 - "À Alegria" - YouTube

https://www.youtube.com/watch?v=qXDSW83Sc2I
11 de mai de 2011 - Vídeo enviado por Marcos Antonio da silva
A sinfonia nº 9 em ré menor, op. 125, "Coral", é a última sinfonia completa composta por Ludwig van ...

The Best of Beethoven - YouTube

https://www.youtube.com/watch?v=W-fFHeTX70Q
13 de nov de 2012 - Vídeo enviado por HALIDONMUSIC
The very best of Mozart, Beethoven, Bach, Chopin, Tchaikovsky, Vivaldi, Schubert, Handel, Liszt, Haydn ...
21 de jun de 2015 - Vídeo enviado por Ludwig van Beethoven
Moonlight sonata by Beethoven in a 60 minutes rendition from a very rare LP recording featuring Piano and .

Caros jovens, o país atravessa uma das maiores crises de sua existência, tanto financeira, moral, ética, familiar e política, atribuída a diversos fatores que logo abaixo comento.

Resultado de imagem para aos jovens
Imagem relacionada

Imagem relacionada
Adicionar legenda
                                   
  AOS JOVENS 


Caros jovens, o país atravessa uma das maiores crises   de sua existência, tanto financeira, moral, ética, familiar e política, atribuída a diversos fatores que logo abaixo comento.

 A)Fruto do assassinato do setor produtivo, uma vez que a  indústria brasileira do ano 2000 participava com 28,8%  do PIB e hoje beira os 9,8%, mostrando uma queda vertiginosa de 20%, fazendo com que,   tudo ou quase tudo que se consome   venha do exterior, empobrecendo a nação.

B)Fruto do incremento do consumismo doentio impetrado pelos gestores, basta atentar para o consumo  de todas as classes sociais que aderiram a este desenfreado consumo sem lastro econômico, muitos passaram a dever mais de 02 ou 03 anos de trabalho na compra  de bens desnecessários .

C)Fruto dos escorchantes tributos  aplicados aos setores serviços/comercio, levando ao  sufocamento da classe média trabalhadora, dos liberais, das pequenas indústrias, das escolas e do comercio como um  todo, inviabilizando muitos empreendedores, contribuindo para o desemprego em massa.

É mais do que notório,  que  são  os setores serviços/comércio juntos às commodities  as únicas fontes  de renda  do Governo Federal , arrecadação esta ,  necessária para alimentar os desperdícios da máquina pública e a visível corrupção ,  trazendo como conseqüências a queda nos investimentos em infra estrutura, na saúde e na educação, culminando com o incentivo à preguiça,  o fechamentos dos postos de trabalho,  à falta de ética e  a exemplos inaceitáveis de dirigentes para os brasileiros em formação, isto é , para os jovens .

Com estes fundamentos, apresento alguns pontos que deveriam ser difundidos entres os jovens  e que seriam importantes  para as suas vidas.

                                            Diretrizes

Jovens:

1-Não tenham a beleza física como a verdade da vida, a beleza física está atrelada apenas à pouca idade , todo mundo já foi jovem, o tempo não pára .

2-Não utilizem os dotes físicos para crescerem na vida, estas qualidades são fugazes, têm vida curta.

3-Não priorizem o físico e a plástica em detrimento do intelecto, do cérebro, dos conhecimentos e  da instrução, valorizem a  massa cinzenta.

4-Tenham nos seus pais ,  os seus maiores ,  melhores e muitas vezes, os únicos amigos de verdade.

5-Não valorizem a ilusão passada e ensinada pelos artistas pecuniaristas  , são ensinamentos de palcos, apenas de palcos, ali eles não são eles, são personagens.

6-Não endeusem os que desfilam  nas passarelas, eles são meros propagandistas, muitas vezes verdadeiras arapucas, são produtos.

7-Não utilizem os dotes físicos como o ganha pão de cada dia.

8-Coloquem na cabeça que,  nada fácil proporciona um bom futuro e que , é a Escola a única saída para o pobre.

9-Tenham na mente , que a história de cada pessoa  de qualquer classe social, mesmo com todas as dificuldades tem no futuro um dos maiores motivos de orgulho.

10-Não tenham a menor dúvida, que os ensinamentos dos seus pais, dos seus avós, dos amigos de juízo e dos homens que vieram do nada e cresceram na vida são as principais ferramentas para o sucesso e para um bom futuro.

11-Jamais esqueçam que a honestidade, a ética, os sacrifícios, a escola e o trabalho são as únicas ferramentas e o combustível para alavancar as suas vidas e as vidas dos seus familiares.

12-Conscientizem-se que,  o seu primeiro casamento é com a família, o segundo é com a Escola, o terceiro com a profissão, o quarto com o trabalho, o quinto, outra vez com a família,  quando o jovem atinge a melhora da vida, o sexto é com um companheiro ou companheira ,  depois de um bom período de diálogo , chamado de namoro, idealizado para conhecimento mútuo . Não  esqueçam  que cada jovem tem  que se entender com os familiares  do seu pretendente, como também ambas as famílias têm que firmarem um pacto de solidariedade, de união, de ajuda, de compreensão, de consideração e de respeito.

13-O namoro entre os casais foi criado para que um conheça o outro, como se comportam as suas famílias, os costumes, os vícios, o relacionamento entre os seus componentes, como ganham a vida, quais as perspectivas de futuro e como reagem às emoções e às dificuldades que por acaso apareçam. É no namoro que a moça conhece a índole do rapaz e vice-versa. Caso haja atividades não condizentes com a sua formação, existirá tempo para o afastamento sem arranhões mútuos.

14- Observações  importantes e cuidados que deverão ser observados.

01-Jovens preguiçosos, que não trabalham e acordam tarde

02-Jovens desocupados que passam o dia no entretenimento , na             praia e na academia exercitando os músculos.

03-Jovens que luxam sem lastro financeiro

04-Jovens sem iniciativas

05-Jovens  que não priorizam a escola e o trabalho 

06-Jovens que se envergonham de trabalhos duros , simples e que         pagam pouco.

07-Jovens que vivem num padrão superior à sua realidade social e         não explicam de onde vem a sua renda.

08-Jovens exigentes no comer e no vestir, alheio à sua realidade e         região.

09-Jovens que vivem de olho no que é dos outros

10-Jovens que trocam  o dia pela  noite na internet ou em serviços        excusos ou duvidosos.

11-Jovens que gritam com os pais e com os avós.

12-Jovens que sacrificam os pobres pais exigindo o melhor, tirando       o couro dos mesmos.

13-Jovens que desobedecem aos pais e aos avós.

14-Jovens que valorizam apenas o ter 

15-Jovens que utilizam o sexo fácil e  precoce na hora errada, no          lugar errado e com a pessoa errada, principalmente em lugares       sagrados  como a cama dos pais  ou em lugares promíscuos               como nas baixadas dos logradouros.

São muitos os tipos de jovens que o namoro revela e que lhes dará a chance de conhecer e depois o discernimento do que fazer.



Então meus caros jovens, estudem, lutem, trabalhem, não desistam e nem se desviem dos seus caminhos,  jamais esqueçam que o céu é o limite, saibam que  só cresce quem nasce pequeno, nenhum homem ou empresa sólida  nasce grande, crescem com o tempo, com  o trabalho e com seriedade.

Mãos as  obras , cérebros atiçados, força de vontade , determinação e muita coragem, o futuro lhe espera de braços abertos, sorrindo, sorrindo e sorrindo, sejam bem vindos.

Iderval Reginaldo Tenório

ESPERO O SEU COMENTARIO 




TOCANDO EM FRENTE (letra e vídeo) com ALMIR SATER ...

https://www.youtube.com/watch?v=hOGeQ96fGtU
13 de dez de 2012 - Vídeo enviado por Moacir Silveira
Para acessar os demais videos desse canal clique acima em MOACIR SILVEIRA e depois em VÍDEOS ...

Ando Devagar - YouTube

https://www.youtube.com/watch?v=QmPV5dHWV0c
26 de mar de 2011 - Vídeo enviado por Renato0741
Ando Devagar Zé Ramalho Ando devagar porque já tive pressae levo esse sorriso, porque já chorei ...

Tocando em Frente - Almir Sater & Renato Teixeira - YouTube

https://www.youtube.com/watch?v=TIfVNCkckH4
2 de jan de 2010 - Vídeo enviado por delroy66
Ando devagar porque já tive pressa Levo esse sorriso porque já chorei demais Hoje me sinto mais forte ...


Almir sater - ando devagar - YouTube

https://www.youtube.com/watch?v=-joh5RaIVEk
16 de mai de 2013 - Vídeo enviado por Di Santo
Almir sater - ando devagar. Di Santo. SubscribeSubscribedUnsubscribe .... Sérgio Reis - Tocando em

ORIGEM DA EXPRESSÃO À BEÇA-CONTENDA JURÍDICA ENTRE DOIS MONSTROS SAGRADOS DO DIREITO BRASILEIRO- RUY BARBOSA E GUMERCINDO BESSA


Resultado de imagem para ruy barbosa
Resultado de imagem para ruy barbosa

  1. Resultado de imagem para gumercindo bessa
    Adicionar legenda

     

    ORIGEM DA EXPRESSÃO À BEÇA-CONTENDA JURÍDICA ENTRE DOIS MONSTROS SAGRADOS DO DIREITO BRASILEIRO- RUY BARBOSA E GUMERCINDO BESSA



    ORIGENS DAS PALAVRAS.
    HOJE : ORIGEM DA EXPRESSÃO À BEÇA




    Amigos, num bate-papo puramente cultural,  foi abordado a trajetória do grande Ruy Barbosa. 

    Alguns dos debatedores acreditam piamente na grandeza do grande Águia de Haia e outros simplesmente ignoram a sua importância, relatam inclusive , que  muito que se diz sobre o mestre  , na sua maior parte foi aumentada, maquiada ou até mesmo construída.

    Eu como eterno aprendiz , perguntei aos intelectuais qual a origem da palavra À BESSA ou a BEÇA.

    Esta foi a explicação de um dos conhecedores do assunto,  que é um dos meus irmãos, que repasso culturalmente para os meus amigos leitores deste simples blog cultural.

    Significados de à beça :

    À BEÇA: 
    O mesmo que abundantemente, com fartura, de maneira copiosa.
    ( O MENINO CORREU À BESSA- OU À BEÇA)

    A origem do dito é atribuída às qualidades de argumentador,  do jurista Sergipano Gumercindo Bessa, advogado dos Acreanos que não queriam que o Território do Acre fosse incorporado ao Estado do Amazonas.

    Informa o intelectual,  que em 1903 o Brasil comprou o Território do Acre da Bolívia e foi firmado o Tratado de Petrópolis.

     O ministro das Relações Exteriores, o barão do Rio Branco, assina o Tratado de Petrópolis com a Bolívia e comprou as terras da Bolivia, o ACRE..
    Pelo acordo o Brasil compraria o território do Acre, a dúvida seria criar um novo Território Federal independente ou anexar as terra ao já existente Estado do Amazonas. 

    Nesta contenda foram envolvidos dois dos maiores juristas do Brasil.-
     Por um lado o Sergipano Gumercindo Bessa e do outro lado o grande  baiano Ruy Barbosa, foi um grande debate entre os dois monstros do direito brasileiro. 

    Os homens se envolveram com todos os esforços e com a alma.

    Rui Barbosa a favor da incorporação do Acre ao Estado do Amazonas, enquanto Gumercindo Bessa defendia a elevação do Acre a território federal, desvinculado administrativamente do Amazonas. 

    Foi um pega pra capar  entre dois os monstros do direito brasileiro. 
    Os argumentos de Bessa, às centenas, foram expostos durante horas e horas de falatório, com uma eloquência surpreendente. 
    O sergipano levou a melhor, numa das poucas derrotas de Rui numa querela jurídica.

    Durante o duelo Rui X Bessa, em uma conversa com um correligionário que lhe fazia os pedidos mais absurdos com os argumentos mais convincentes, o presidente Rodrigues Alves saiu-se com uma tirada das boas:

    - O senhor tem mesmo argumentos à Bessa.

    A expressão se popularizou e passou a significar, segundo o Houaiss, "em grande quantidade", com os ss substituídos pelo ç e o b minúsculo.
     É impossível saber quem foi o primeiro sujeito a ter a sacada de mandar um à Bessa no meio de uma sentença; a popularização do termo, porém, é mesmo atribuída a Rodrigues Alves.
    Argumentar à Bessa.
    À maneira do doutor Bessa, advogado sergipano, Gumercindo Bessa.
    Iderval Reginaldo Tenório 
    Chato à Bessa.
    
    BESSA, Gumercindo (de Araujo)
    Nasceu em Estância, Sergipe, a 2 de janeiro de 1859. Freqüentou o Seminário Arquiepiscopal da Bahia (1876-1879) mas renunciou à carreira eclesiástica, matriculando-se na Faculdade de Direito do Recife, onde se diplomou em 1885.

     Assistiu ao concurso de Tobias Barreto para ingresso no Corpo Docente daquela Faculdade, em 1882, e o relatou em documento entusiástico, publicado na imprensa e que foi muito usado para a propaganda das teses renovadoras, a que Silvio Romero denominaria de “surto de idéias novas”. De regresso a Sergipe, seguiu a carreira de magistrado.

     Sucessivamente promovido tornou-se desembargador e presidente do Tribunal de Apelação do Estado. Exerceu também mandato de deputado na Assembléia Estadual, na primeira década republicana, e na Câmara Federal (Legislatura 1909-1912). 

    Tornou-se assíduo colaborador na imprensa periódica, tendo oportunidade de analisar a obra de Tobias Barreto e Fausto Cardoso, mas deu preferência a assuntos jurídicos. Foi membro do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe. 

    Faleceu a 24 de agosto de 1913, aos 54 anos.


     
    BESSA, Gumercindo (de Araujo)
                                                                 











    Aquisição do Acre (Tratato de Petrópolis)
    O desejo de enriquecer com o comércio da borracha levou muitos nordestinos ao território do Acre, que desde o ano de 1867 era de propriedade da Bolívia, e os únicos seres vivos avistados nesta região eram os índios, não civilizados ainda pelo homem branco. Os seringais passaram a ser explorados e a área transformou-se em constante frente desbravadora, avançando em direção a três rios ali existentes: Rio Acre, Alto-Purus e Alto-Juruá.

    Até o início do século XX a área do Acre era de propriedade da Bolívia, porém era habitada na sua maioria por brasileiros que exploravam o seringal – árvore euforbiácea que produz borracha – e não acatavam as ordens expressas do comando boliviano, desenvolvendo assim uma área de jurisdição autônoma. A partir deste momento passaram a requerer a incorporação desta área ao Brasil.

    Os bolivianos, na tentativa de manter o que era seu por direito, estabeleceram, em 1899, a arrecadação de impostos e inauguraram a cidade de Puerto Alonso, atual Porto Acre. Os brasileiros não se calaram, espocaram então vários motins que só tiveram fim em 17 de novembro do ano de 1903, quando da assinatura do Tratado de Petrópolis.
    eria que recompensar a Bolívia pagando-lhe dois milhões de libras esterlinas na permuta por um território que congregaria o Acre inferior, cuja extensão era de 142.000 Km, e também o Acre superior – com 48.000 Km –, território abundante em florestas e reservas de seringueiras. O Brasil, por sua vez, em troca, entregaria algumas extensões da fronteira do Mato Grosso e encetaria a construção da estrada-de-ferro Madeira-Mamoré, em uma dimensão de 400 km, para que a Bolívia tivesse uma saída em direção ao Oceano Atlântico.
    A assinatura do Tratado de Petrópolis teve um significado diplomático muito importante para o Brasil, não foi preciso estourar uma guerra para se resolver o problema do Acre. A anexação de quase 200 mil quilômetros quadrados de território foi para as mãos de cerca de 60 mil seringueiros e respectivas famílias, para que pudessem trabalhar na extração da borracha.
    Solucionado o problema com a Bolívia, restava acertar a situação do Peru, que reclamava a posse do território do Acre, além de uma ampla área no Estado do Amazonas. Entre os anos de 1898 e 1902 os peruanos intentaram empreender comissões administrativas e militares na região que compreendia o Alto-Juruá e, entre 1900 e 1903, o Alto-Purus, porém os brasileiros por si mesmos os obrigaram a abandonar os territórios pertencentes ao Acre.



    A 8 de setembro de 1909, o então Ministro das Relações Exteriores, Barão do Rio Branco assinou o Tratado de Petrópolis, dando por finalizado  o desentendimento entre as três nações.



    ESCUTEM O GRANDE EDNARDO, AMELINHA E O MESTRE BELCHIOR




    1. Miniatura
  2. EDNARDO AMELINHA BELCHIOR TERRAL SOM BRASIL

    de ZecaZines3 anos atrás 22888 views
    Ednardo, Amelinha, Belchior, Show no Programa Som Brasil em Fortaleza Ceará

  3. TERRAL

    de Edvan Coutinho4 anos atrás 45455 views
    Ednardo, Belchior, Fagner e Amelinha cantam Terral.
  4. 3:49
  5. ermanian31 videos. Subsc