segunda-feira, 9 de março de 2015

ESCRITORA MIRIM.Amanda Alves

ESCRITORA MIRIM.Amanda Alves ,09 anos,Salvador-Ba


Completando neste dia mais um ano de vida a escritora  mirim Amanda Alves, prima do artista plástico e músico mirim Marcus Vinicius. 
Uma grande promessa para o futuro pela dedicação, perseverança e insistência pelo bom caminho, ele uma capacidade. 
A Bahia deve marcar estes dois nomes e num futuro não muito longe se orgulhar ainda mais das suas ações.
Parabéns para a minha querida Amanda Alves por mais este dia iluminado, continue se inteirando dos bons princípios .
Pelo caminho até hoje trilhado com certeza o país terá motivos suficiente para se orgulhar. Parabéns.
Postarei a genoveva viva, com muita vida, com muito vigor e muita alegria.
Sintam na pequena escritora a sua sensibilidade, o seu senso social e humano ,  princípio básico da filosofia dos grandes pensadores que nortearam e norteiam a cabeça dos homens do bem da atualidade.
Iderval Reginaldo Tenório

Hoje a escritora completou 14 anos, nasceu em Salvador. 15 de fev de 1999



                          O Enterro de Genoveva
                                     Amanda Alves,09 anos 21 de Setembro de 2009
             Genoveva era uma passarinha que vivia na gaiola da sala da minha casa. Ela pertencia ao meu primo João, que nem se lembrava de colocar comida e água para a pobrezinha.
             Várias vezes minha mãe brigava com ele e perguntava como ele se sentiria,  se alguém lhe deixasse preso dentro de uma gaiola sem comida e água. Ele nem ligava para o que a minha mãe dizia, mas para não  ficar ouvindo ela falar sem parar, acabava colocando comida e água para a binchinha.
              Um dia saimos para passar o final de semana  fora e ele ficou em casa para cuidar dos passarinhos. Não é que ele esqueceu de colocar comida e água por três dias?
             Quando chegamos fui olhar a passarinha. Estava morta de pernas para cima e  toda dura.
             Eu e José pegamos uma caixa de palito de dente, papel alumínio e tinta amarela. Pintamos a caixa, fizemos uma cruz e enterramos debaixo do pé de carambola.
             A cachorrinha NINI descobriu o local do enterro, cavou, cavou, cavou, pegou a caixa e saiu correndo. Quando finalmente conseguiu desenrolar o papel alumínio , viu que era Genoveva. Ela ficou mexendo com as suas patinhas querendo brincar com a passarinha, mas a Genoveva não mexia, estava mortinha.
           O jeito foi colocá-la dentro de um saco e deixar o carro do lixo levar.
                                                                    Amanda Alves
                                                                        09 anos.
                                                                    SET DE 2009

ACESSEM O BLOG DO DR IDERVAL TENÓRIO E DIVULGUEM,COMPARTILHEM.


Miniatura



http://www.iderval.blogspot.com

Um comentário:

Marcus Vinícius disse...

Fiz parte desta história, amigo Iderval. Nunca esquecerei tal dia.