terça-feira, 25 de abril de 2017

Lucio Barbosa ,Compositor Nascido na Cidade de Senhor do Bonfim no Estado da Bahia,hoje com 63 anos de idade.

Resultado de imagem para Lucio Barbosa  ,Compositor
Resultado de imagem para Lucio Barbosa  ,Compositor

Amigos , o mundo tem sido ingrato com os grandes compositores e artistas desta terra, vejam o grande Lúcio Barbosa, baiano de Senhor de Bonfim hoje na sexta década da vida, vivendo em Itapecerica da Serra em São Paulo,  de lá aponta para o Nordeste e para o Brasil com as suas belas canções.
Numa entrevista com o meu amigo Israel Filho, cantor e memorialista do mais alto valor, o Israel  relembrou o grande Lúcio e que hoje faço questão de apresentar aos amigos do mundo.

Tal qual o Adoniram Barbosa e o Aldo Sousa documentaristas do mais fino valor,  o Lúcio Barbosa documenta a saga e o sofrimento do seu povo na sua terra natal , como também o  imigrante que corre para escapar em São Paulo  no sobe e desce  da vida, na construção civil, na cozinha, na direção dos ônibus, na limpeza das ruas e em tudo que for nobre neste país,  o importante é ganhar a vida com o suor do próprio rosto, está aí a saga de um povo trabalhador tão bem retratado pelo mestre Lúcio Barbosa, correndo ou ficando é grande o sacrifício para a sobrevivência.

Israel Filho meu amigo , o mundo agradece a sua lembrança.

Lúcio Barbosa continue neste diapasão  pois, é o caminho da honra e da vergonha. Nós somos muito gratos ao seu trabalho.  

 Deus , parabéns e obrigado pelos reverberantes cérebros que criastes e colocastes nesta Terra chamada Brasil. 

Para o Lúcio Barbosa ,eu e todos nós tiramos o chapéu.
 Iderval Reginaldo Tenório, quero a sua opinião

Lucio Barbosa  ,Compositor  Nascido na Cidade de Senhor do Bonfim no Estado da Bahia,hoje com 63 anos de idade.

                           Tornou-se conhecido na música popular brasileira pela composição "Cidadão". Em 1976, foi vencedor do Festival Simonense da canção realizado na cidade paulista de São Simão, com a canção "Êxtase", parceria com Antônio Claret Mesquita. Seu grande êxito aconteceu em 1979, quando sua música "Cidadão" foi gravada pelo cantor Zé Geraldo no LP "Terceiro mundo", da CBS. Essa composição conheceu diversas regravações, entre as quais, as de Luiz Gonzaga, Zé Ramalho, Renato Teixeira, Elymar Santos e, em 1989, tornou-se grande sucesso no sul do país, na gravação de Wilson Paim. Foi também regravada pelo próprio Zé Geraldo, entre as quais, no disco "Cantoria 3", lançado pela Kuarup. Em 1992, a música "Cidadão" foi regravada por Zé Ramalho no disco "Frevoador" lançado pela Columbia/Sony Music. Em 1994, teve a música " Vagabundo forçado", gravada por Israel Filho no CD "Amigos pro que der e vier", do selo Jaboticana. Entre outros eventos, participou do projeto UMES-Cantarena, em São Paulo. Em 1996, a canção "Cidadão" foi regravada por Elymar Santos no CD "Elymar mais popular", da EMI Music. Em 1998, suas composições "Cidadão" e "O profeta" foram incluídas no CD "20 super sucessos - Zé Geraldo", da Polydisc. Em 2000, a música "Cidadão" foi regravada no CD "O novo amanhecer", lançado por Renato Teixeira e Zé Geraldo, e gravado ao vivo em show que contou com as participações de Chico Teixeira, filho de Renato; e Nô Stopa, filho de Zé Geraldo.

Um dos seus maiores intérprete é o seu  amigo , o cantor e compositor Pernambucano de Caruaru- Israel Filho que junto  ao mestre Aldo Souza presentearam a Bahia no Memória do Radio do grande Perfilino Neto,Rádio Educadora FM da Bahia.

                                              ALDO SOUZA -COMPOSITOR BAIANO



                                                       ISRAEL FILHO-CARUARU




Cidadão - Lucio Barbosa










Cidadão
Zé Ramalho
Composição: Lucio Barbosa

Tá vendo aquele edifício moço
Ajudei a levantar
Foi um tempo de aflição
Eram quatro condução
Duas prá ir, duas prá voltar
Hoje depois dele pronto
Olho prá cima e fico tonto
Mas me vem um cidadão
E me diz desconfiado
"Tu tá aí admirado?
Ou tá querendo roubar?"
Meu domingo tá perdido
Vou prá casa entristecido
Dá vontade de beber
E prá aumentar meu tédio
Eu nem posso olhar pro prédio
Que eu ajudei a fazer...

Tá vendo aquele colégio moço
Eu também trabalhei lá
Lá eu quase me arrebento
Fiz a massa, pus cimento
Ajudei a rebocar
Minha filha inocente
Vem prá mim toda contente
"Pai vou me matricular"
Mas me diz um cidadão:
"Criança de pé no chão
Aqui não pode estudar"
Essa dor doeu mais forte
Por que é que eu deixei o norte
Eu me pus a me dizer
Lá a seca castigava
Mas o pouco que eu plantava
Tinha direito a comer...

Tá vendo aquela igreja moço
Onde o padre diz amém
Pus o sino e o badalo
Enchi minha mão de calo
Lá eu trabalhei também
Lá foi que valeu a pena
Tem quermesse, tem novena
E o padre me deixa entrar
Foi lá que Cristo me disse:
"Rapaz deixe de tolice
Não se deixe amedrontar
Fui eu quem criou a terra
Enchi o rio, fiz a serra
Não deixei nada faltar
Hoje o homem criou asa
E na maioria das casas
Eu também não posso entrar
Fui eu quem criou a terra
Enchi o rio, fiz a serra
Não deixei nada faltar
Hoje o homem criou asas
E na maioria das casas
Eu também não posso entrar"

Hié! Hié! Hié! Hié!
Hié! Oh! Oh! Oh!


Miniatura

Zé Geraldo - CIDADÃO

DE LÚCIO BARBOSA
de marlenebalves  2 anos atrás  924 views
n




Miniatura

Israel Filho - Cidadão - Ao vivo em Caruaru

de tparanhos0103  4 anos atrás  607 views
Sucesso dos 




Miniatura

O Profeta

de Jurandir Moraes  3 anos atrás  53647 views
O Profeta Zé Geraldo Composição: Lucio Barbosa livro que lhe empresto e ...
HD


Miniatura

Cidadão - Zé Geraldo (Letra Lúcio Barbosa)

de Luciane Marchesin  4 anos atrás  9972 views
Ci

Nenhum comentário: