sábado, 3 de setembro de 2016

O HOMEM, O CIGARRO , A VIDA, A FAMILIA E A SOCIEDADE.

O HOMEM, O CIGARRO , A VIDA, A FAMILIA E A SOCIEDADE.








                             


                                               Como médico e guardião da saúde tenho escutado no meu cotidiano  diversas perguntas e posições a respeito do cigarro, escuto e de mansinho explano  para os meus interlocutores , que    não é minha a intenção e nem tão pouco é  minha a obrigação de proibi-los de fumar, proibi-los de usufruir de um costume que  o acompanha desde a adolescência e que lhe traz felicidades, apenas exponho aos mesmos o mal que o tabaco causa ao mundo orgânico e o encaixo noutros vieses  pertinentes à vida.
Aproveito a oportunidade e muitas vezes não sou bem entendido pelos acompanhantes do fumante, inicialmente os mesmos me olham assombrados e como tomados de surpresas por uma opinião que em nada lhes agradam ,ficam atentos e na defensiva como arrependidos de tocar no assunto , exatamente com um profissional da saúde com aquele pensamento diferente.
Começo perguntando se o fumante acha bom, se o fumante tem prazer em degustar o tabaco, na minha opinião, o tabaco é degustado, pergunto se os pais gostam, se os avós aprovam, se os filhos compartilham, se os netos também gostam e se até os amigos são solidários, as respostas são em sua esmagadora maioria pela desaprovação do ato de fumar. Não satisfeito,  adentro na vida pessoal, inquiro  sobre a família profundamente desde a infância, sobre a escolaridade, sobre o emprego, sobre o exercício da cidadania, o grau de politização, o interesse pelos fatos atuais  em todos os assuntos, indago sobre a perspectiva da vida e adentrando na mãe filosofia coloco o meu pensamento e inicio o meu parecer.
Impreterivelmente inicio dizendo que o ato de fumar, de degustar, de saborear o tabaco que é oriundo da folha de uma planta do gênero Nicotiana deve ser muito bom e agradável, deve ser prazeroso, deve produzir algo que só os fumantes conhecem, uma vez que, uma grande fatia dos  fumantes adultos tem boa formação, conhecimento pleno do que é aquele produto, tem acesso diariamente pela mídia, pelos governos em campanhas equivocadas, pelos médicos que na maioria das vezes em vez de explicar, assombram, culpam e até mesmo desqualificam os fumantes, com todos este bombardeio está lá o fumante, que pode ser :
médico, engenheiro, professor, padre, senador, deputado, governador, cientista, pesquisador , seja lá o que for, com a sua carteira de cigarro esperando pelo fim da consulta para viver mais uma dose de nicotina.
Entro literalmente nos efeitos dos componentes que constitui o cigarro: 
Nicotina:  uma droga psicoativa, acroleína, fenóis, peróxido de nitrogênio, ácido cianídrico, amoníaco, o Alcatrão e outros agentes , sendo a mais estudada o alfa benzopireno, falo do gás  Monóxido de Carbono que tem uma grande facilidade em se associar a hemoglobina, vintes vezes mais do que o oxigênio, diminuindo a capacidade de seu transporte, que é a fonte da vida, enfatizo pormenorizadamente cada componente,inclusive faço a seguinte correlação, a água está para o solo como o oxigênio para o corpo, dou uma pausa e pergunto: será que este fumante não tem conhecimento de tudo que falei, que expliquei, que repetir,  neste momento  sou  até chato, será que este fumante não tem conhecimento dos efeitos do tabaco nas suas vísceras, na sua pele e em todo o seu organismo, acho hilário outra interpretação, após a pausa continuo o embate, agora mais amigável por parte dos acompanhantes e entro noutra seara, na seara psíquica, na seara humana.

Amigos o fumante sabe por que fuma, o fumante tem alguns motivos intestinais, viscerais, pessoais que  ele carrega e só e somente ele sabe. 
O ato de fumar vem do útero, da infância, da adolescência, vem do trajeto de sua vida, as perdas, os ganhos, as  controvérsias, o cosmo, o mundo, as injustiças e tudo aquilo que construiu aquela vida.  Não estaciono e continuo afirmando e informando que o ato de fumar para muitos é uma verdadeira terapia, é um ato que serve de amortecedor para os que lhes rodeiam, poupando-os de fatos muitas vezes  pertinentes a eles e guardados, sofridos e mastigados pelo  fumante mor.
Sou claro quando vocifero que um ser humano feliz, equilibrado, inteligente, bem empregado, respeitado pelos seus pares e com amigos do peito, com uma família bem constituída, bonito, gozando de sua capacidade mental e vivendo livremente , não teria aparentemente nenhum motivo para mergulhar nas ondas vibratórias e calmantes do tabaco. 

Agora se por algum motivo não gozem destas propriedades ou lhes falte algumas , tem o ser humano a prerrogativa de utilizá-lo como o seu maior e único amigo, poupá-lo desta terapia , seria condená-lo à depressão, ao solitarísmo e até mesmo a outras  atitudes anti sociais e inaceitáveis pela sociedade atual.
O que chamo mais à atenção do fumante quando adulto é o lado familiar e o lado da cidadania, explico que um fumante adulto acima de tudo é um desobediente, ele desobedece aos seus pais, aos seus avós e aos seus filhos que tem juízo, este fato já é motivo mais do que suficiente para uma reflexão, uma vez que o ato de fumar sem a aprovação dos seus genitores , lhe rouba o direito de exigir obediência aos seus descendentes, o fumante perde o que se chama literalmente :    A moral. Se ele desobedece aos seus pais está dando munição para que não seja escutado pelos seus  descendentes, é uma apologia a desobediência familiar.

Muitos deixam de fumar apenas com este item, o segundo guarda relação com a sua convivência na sociedade em todos os seus ângulos e merece outra reflexão, o espaço é  de todos , não é propriedade apenas do fumante.
Termino dizendo que o ato de fumar é uma terapia, que deve ser um ato prazeroso para o fumante , do ponto de vista psíquico e pessoal uma descompressão emocional, provavelmente um bálsamo para as mazelas da vida , concluo que este ato deve ser entendido pelos parentes e amigos como uma fuga, fuga esta que traz prejuízo mor ao fumante organicamente e arranhões na economia da família e para toda a sociedade, o fumante é mais vítima do que vilão, acreditem, na maioria das vezes o fumante é um sofredor, é um ser humano que se martiriza para não martirizar os seus, o fumante precisa é de apoio, o fumante na sua grande maioria é um ser bom, preocupado e prefere sofrer só,  poupando os seus amigos e familiares.
Bom seria se não existissem   etilistas, elitistas, invejosos,   preconceituosos, viciados, corruptos, preguiçosos, mentirosos, pedófilos, avarentos, maquiavélicos, usurários, criminosos, escroques, desonestos e outros substantivos com adjetivações baixas, seria bom, mas não seria  uma comunidade normal, não seria uma comunidade plural, não seria uma raça racional, seria sim o mundo da fantasia, seria um engodo .
Eu sou contra a utilização do tabaco, nunca fumei e sou a favor da vida, apenas sou racional, o fumante não gosta do tabaco, ele precisa do tabaco, o fumante é um sujeito normal, ele precisa é ser entendido , estudado e respeitado, ele não fuma por que  quer, qual a razão?
Temos que acabar com este refrão-   morreu porque fumava ; e muito. Esquecem dos reais motivos, esquecem que o fumante também é um ser humano, ele sabe que o tabaco lhe causa mal orgânico , mas é um bálsamo para a vida que conseguiu aqui na terra, é uma verdadeira terapia de auto gestão, o fumante é mais vitima do que vilão. 
Ele não tem culpado de ser fumante.
                              Iderval Reginaldo Tenório
Esse texto fica à disposição para quem achar pertinente publicar. 

CONHEÇAM A MUSICA TESTAMENTO, É UMA AULA DE VIDA.

Testamento - Toquinho & Vinicius de Moraes - YouTube

www.youtube.com/watch?v=fXNG2SVSIUE
14 de out de 2009 - Vídeo enviado por dvgil
Testamento - Toquinho & Vinicius de Moraes ... Samba Em Preludio - Vinicius de Moraes ,Maria ...

ESCUTEM ESTA MÚSICA DO VINICIUS.

Maria Bethânia - Samba da Bênção (Vinicius de Moraes e ...

www.youtube.com/watch?v=4PbeDU0ikGg
13 de jun de 2009 - Vídeo enviado por affeno
Certamente uma das melhores interpretações da música, senão a melhor. Homenagem às parcerias ...
QUERO E PRECISO DA SUA OPINIÃO, OLHEM AÍ UM GRANDE FUMANTE

Samba de tristeza-Paulo César Pinheiro - YouTube

www.youtube.com/watch?v=aspxEcMAbAM
1 de set de 2012 - Vídeo enviado por lafrance quisamba
Samba de tristeza (Paulo César Pinheiro) Já chorei, Por amor eu já chorei em vão, Mas não mando no meu

Nenhum comentário: