sábado, 28 de setembro de 2013

CONHEÇAM O MAIS IMPORTANTE POETA POPULAR DE JUAZEIRO DO NORTE-CEARÁ. O PRÍNCIPE DOS POETAS POPULARES


PEDRO BANDEIRA DE CALDAS



Advogado,Professor, Ex vereador, Radialista, Apresentador de Televisão, Poeta, Humano, Baluarte da Cultura Nordestina, Reserva Cultural, Semeador de Cultura, Violeiro :
Simplesmente REPENTISTA PARAIBANO E CEARENSE.


Amigos, quando menino em Juazeiro do Norte e era aluno do Muncipal, saia de minha casa e duas vezes por semana ia até Rua da Conceição e lá me sentava nos fundo de um pequeno auditório onde todos os dias assistia os catadores, Pedro Bandeira, Dautede Bandeira, João Bandeira   e às vezes Geraldo Amâncio, não sabia eu que, aqueles artistas estavam sedimentando na minha mente o que mais existe de importante em um homem, que é o enraizamento de um ser ao seu torrão .
 
Agradeço ao mestre Pedro Bandeira de Caldas e aos seus irmãos estes belos momentos, pois,  quando subia a citada rua me deparava com o som cristalino da viola, que chorava o lamento  de um povo sofrido, de um povo romeiro à procura de um alento .
Nunca esqueço da musica que mais me tocava, GRAÇA ALCANÇADA, esta música ( um Bendito), que  ao som da Radio   AM reverberava por todo o nordeste brasileiro, muitos criticavam por não entenderem a  mensagem e por não   saber que aqueles homens na verdade eram os semeadores da mais rica cultura do povo Caririense.
Naquele auditório, naquela humilde cidade do sertão cearense, aqueles abnegados e insistentes , lutando contra tudo e contra todos plantavam e semeavam a mais pura semente da cultura nordestina e sem saber conseguiram alimentar o  orgulho de ser Nordestino , conseguiram pregar na mente daqueles homens que precisassem   se distanciar de sua terra natal,  passassem com o passar dos tempos gostar mais ,passassem a se sentirem mais perto do seu torrão. Hoje meu irmão Pedro Bandeira de Caldas, eu gosto muito mais de Juazeiro do que naquela época e não tenho dúvida que o amigo é um dos responsáveis por esta propriedade.
 Tenho na minha vida a voz do grande Luiz Gonzaga, a batuta poética do Patativa do Assaré, o choro melodioso do Cego Oliveira, as batidas ritmadas do Meu Mano,  as esculturas do mestre Noza, as pancadas do Bigode do Maneiro Pau, as carreiras da Catarinas dos Reizados, as Bandas Cabaçais (Zabumbas e Pífanos) AS NOSSAS BANDAS DE PIFE) e tudo o que existe de popular tão bem difundido e propagado pelo grande poeta. Pedro Bandeira,  Juazeiro lhe será eternamente grato .
 
 do amigo
Iderval Reginaldo Tenório
um simples Juazeirense em Salvador-Ba

                                                O PRÍNCIPE DOS POETAS POPULARES
 
 
Pedro Bandeira Pereira de Caldas nasceu a 1º de maio de 1938, no Sítio Riacho da Boa Vista, no município paraibano de São José de Piranhas, sendo filho de Tobias Pereira de Caldas e da poetisa Maria Bandeira de França. É neto materno do famoso cantador nordestino, Manoel Galdino Bandeira, de quem herdou o talento repentista.
Aos 6 anos de idade já fazia versos, e aos 17 tornou-se cantador profissional, apreciado e aplaudido por quantos o ouvissem, vez que os improvisos, nas várias modalidades tradicionais da poesia popular: mourão, martelo agalopado, galope alagoano, galope à beira-mar, quadrão, gemedeira, etc, jorravam-lhe da boca aos borbotões.
Até então permanecera no sítio onde virou a luz do dia, transferindo-se para Cajazeiras, donde, em 1961, mudou-se para juazeiro do Norte, fixando residência.
Aos 5 de setembro de 1963, consorciou-se com Helena Ferreira de Caldas, icoense, filha de Francisco das Chagas do Nascimento e Ana Ferreira do Nascimento, advindo dessa união duas filhas, Íria e Analica.

 
Cantador profissional há 51 anos, cordelista e escritor, autor de mais de mil folhetos e centenas de poemas, com dez livros publicados e seis LP´s gravados; pertence Pedro Bandeira a várias sociedades culturais, filantrópicas e recreativas, entre elas a Associação dos Violeiros, Poetas Populares e Folcloristas do Cariri - AVPPFC, da qual é o fundador, É portador de dezenas de diplomas, medalhas de mérito, com 162 troféus de 1º lugar, isso sem contar os segundos, terceiros, quartos, quintos e sextos lugares e até desclassificações, que também fazem parte da carreira dos grandes cantadores, em festivais ocorrido em todo o Brasil.
É radialista profissional, com programas diários, e auditório próprio na cidade em que reside.
Tornou-se hoje, o poeta popular mais citado pela imprensa escrita, falada e televisionada.
Pedro Bandeira – Príncipe dos Poetas Populares do Nordeste.
 

Pedro Bandeira 2/3 - YouTube

www.youtube.com/watch?v=A4I7w-wl0QA
02/09/2009 - Vídeo enviado por casaletras
Evento da Editora Moderna com o escritor Pedro Bandeira. (Parte 2/3)

  • Festival de juazeiro-Pedro Bandeira e Geraldo Amancio - YouTube

    www.youtube.com/watch?v=hLi_c77DLY0
    11/12/2009 - Vídeo enviado por José Pereira da silva
    Festival de juazeiro-Pedro Bandeira e Geraldo Amancio.

  •  


  •  

    3 comentários:

    Anônimo disse...

    Dr. Iderval, bom dia. Estou de volta e logo de cara me dei com esta publicação em seu blog o que me deu uma grande alegria. Realmente Pedro Bandeira é tudo isso que o senhor falou como sou metade paraibano e metade cearense fiquei bastante emocionado pois tambem conheci este maravilhoso poeta quando tive o prazer de morar no Crato , cariri do Ceará visto que tambem sou natural do cariri paraibano. Meus parabens mais uma vez pela excelente materia. Kátia me falou que Kaika disse que ele virá para aqui em novembro, é verdade?

    Marcos Sales disse...

    Materia excelente, parabens

    Anônimo disse...

    Excelente matéria, parabens. Conheci o poeta Pedro Bandeira quando morei no Crato