quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

A LONGEVIDADE DA VIDA

                                              
Resultado de imagem para velhos sadios
Adicionar legenda
                                                 A LONGEVIDADE DA VIDA


Como de costume, prolongo as conversas no consultório com os meus pacientes com o intuito de mostrar a importância da vida, o quanto o mesmo já viveu e o porquê dos sintomas, explano que não poderia ser diferente, principalmente se o paciente é idoso sadio ou idoso doente.

Inicio informando, que o seu quadro não se trata de doença e sim da evolução natural do ser humano, que não existe ser  imortal materialmente.

Pergunto ao mesmo e peço para contar nos dedos das mãos, quantos dos seus amigos de infância estão vivos e sadios, peço para relembrar, quantos de sua convivência  e  mais novos  também já se foram.  Complemento perguntando quantos carros, quantos motores, quantos aviões, quantos cavalos, quantas vacas ele conhece ainda vivos e  quantas cadeiras, quantos sapatos , quantas calças ainda funcionam com a sua idade . O paciente sente de imediato um alívio e esboça um sorriso, inicio a minha explanação.

Informo que aos oitenta anos de idade, não existe um único cidadão no mundo que não use óculos, que não tenha desgaste dentário e que sexualmente seja de longe comparado com um menino de 20 anos, complemento dizendo que a sua musculatura não é mais a mesma, os cabelos não tem mais os pigmentos que os colorem e a sua voz não alcança mais aquela altura de 50 anos atrás, o sujeito dá mais um suspiro de alívio e de conformação.

Mostro que o seu coração bate por minuto 70 vezes, bate por hora  60   X 70 bats, que é igual a 4200 batimentos , reforço que em epenas uma hora bate 4200 vezes,  multiplicando  24horas  X  4200 batimentos, o mestre coração bate    100 mil vezes  por dia, cem mil vezes.  Continuo, em 30 dias, isto é em um  mês,  bate 100 mil  X 30 dias,  que é igual a 3.000.000 três milhões de batimentos  por mês, perfazendo em um único ano,  36 milhões de batimentos cardíacos, então,  se o paciente tem 80 anos,  o seu  coração , o seu músculo cardíaco já bateu 80 X 36 milhões, três bilhões de batimentos, o paciente fica cada vez mais atento ao exporto, pergunto : qual a máquina que consegue dar uma volta em si própria durante 80 anos e consegue bater 3 bilhões de vezes sem parar, é um verdadeiro milagre, veja que o senhor é um privilegiado.
Continuo informando, que  o mesmo come por dia uma média de 2 kg e bebe também 2 litros d’água,  faço as seguintes contas para mostrar o quanto o seu intestino já processou e o quanto já comeu durante os seus oitenta anos. Se come 2 kg por dia, então por mês se come 60 kg de alimentos e se bebe 60 litros d’água, o paciente escuta atentamente, prolongo com os meus cálculos e em voz didática , compassadamente :  60 kg por mês equivalem a 720 kg de comida  e 720 litros de água por ano, como o mesmo conta com 80 anos,  então, já comeu  80 anos X 720 kg que corresponde a  58 mil kilos de comida, isto é: 58 toneladas de alimentos sólidos e 58 mil litros água, tudo mastigado, deglutido, processado e depois evacuado, são nada menos do que 12 caminhões pipas de 5mil litros cheios dágua e 12 caminhões de cinco toneladas cheios de alimentos, perfazendo  24 caminhões de produtos que entram pela boca e são eliminados depois de retirado o que o corpo precisa.
Faço uma viagem pelos rins, pelos pulmões , pela complexidade da visão, do cérebro, das imagens guardadas, dos fatos armazenados no cérebro e da complexidade de cada órgão, é uma verdadeira viagem pelo universo da vida em todos os seus ângulos.
Deixo por fim alguns comentários sobre a vida.  Passo a palavra ao paciente, que junto aos familiares e após a posse de todas estas informações. O cidadão com o  olhar marejado , mira  para o céu, ri, levanta os braços, respira fundo, olha   para o seu médico, para a imagem do criador de braços abertos  exposto na parede à sua frente  ,  balbucia.

___É seu doutor, eu precisava ouvir tudo isto, eu sou um vencedor, eu sou a força, eu sou a resistência em pessoa, nesta vida tenho trabalhado de sol a sol, tenho corrido este mundão de meu Deus  com estas pernas que a terra ai de comer, vi tudo e de tudo,  nunca tinha imaginado que este meu  franzino corpo tenha feito uma bagaceira deste tamanho aqui na terra, foi demais, fez muito  e  continuará a fazer se for pelo gosto de Deus. Eu só queria uma coisinha a mais seu doutor, queria que o senhor copiasse este sermão para eu mostrar a todo mundo eu conheço, muita gente precisa saber do tesouro que possui e que deve zelar por ele .

Foi assim que surgiu este meu relato, este meu conto tipo crônica,  que hoje me arvorei a  expor para os meus leitores.

                     Iderval Reginaldo Tenório




  1. Miniatura4:21
  • Gonzaguinha - (O que é, o que é?) viver e não ter a vergonha de ser feliz

  • de Diego Resende5 anos atrás671814 views
  • Aew, esse vídeo eu fiz em homenagem ao grande Gonzaguinha,e também às pessoas que tem orgulho de ser brasileiro!
  • Viver e não ter a vergonha de ser feliz!

    de Kátia Medeiros3 anos atrás3571 views
    Ser Feliz é tudo que importa, da trabalho, mas vale muito a pena! Esta música do Gonzaguinha é o maximo em Autoastral Criei ...

  • Um comentário:

    Black Sabbath disse...

    Magníficas palavras meu jovem! Que você tenha um excelente final de ano junto à sua família! Até o próximo plantão! E que ele seja tranquilo e favorável como sempre!