segunda-feira, 21 de novembro de 2016

O PEQUENO CÃO E O TINO DE SOBREVIVENCIA


Resultado de imagem para cachorro magro
Resultado de imagem para um tigre magro

 O CACHORRO,O TIGRE E O MACACO
                                por Iderval Reginaldo Tenório

Um pequeno e magrelo cachorro já faminto e aos pedaços, procura algo na floresta para matar a fome, anda, perambula e nada encontra, quando  já estava para se entregar ao fracasso, se debate com uma carcaça de um tigre ressecado e quase sem nenhum recheio, mesmo assim, põe-se a roer os últimos nacos que ainda recobriam os envelhecidos e ressecados ossos. 

Nesta mesma floresta,  próximo à velha carcaça,  se encontrava trepado num desidratado umbuzeiro um encrenqueiro macaco a observar os passos e os movimentos do maltratado cão. 

Quando saboreava as migalhas da carcaça , o pequeno cachorro de soslaios  nota  o vulto de um magro e ansioso tigre à procura de algo para saciar a famigerada fome, o cão de imediato e na espera do bote do tigre, enche os pulmões e em voz alta pronuncia :

___Que tigre gostoso termino de saborear, me falaram que existe outro nesta mesma floresta e só me contento quando pegá-lo e triturá-lo nos dentes.

O Tigre recuou ,  trêmulo e cabisbaixo saiu devagarinho para não importunar o valente cachorro. O Safado do Macaco que ouvia a tudo, balançou a cabeça desaprovando a atitude do cachorro , correu até o tigre que se afastava da cena  e lhes disse:

__Comadre Onça deixe de ser besta, aquilo foi bravata, o cachorro encontrou aquela velha carcaça já em fase de ressecamento e estava era roendo para não morrer de fome, a senhora foi enganada pelo magrelo cão. O Tigre pegou corda, acreditou no Macaco e deu meia volta para sacrificar o cachorro, o Macaco que queria vê o circo pegar fôgo, acompanhou por cima os passos do faminto tigre. 

O pequeno cão que se encontrava deitado no tronco do umbuzeiro mais uma vez sentiu e viu o Tigre se aproximar, não contou conversa , numa atitude de argúcia , sabedoria e espirito de sobrevivência, levantou o tórax, equilibrou a cabeça, abriu os olhos, insuflou os pulmões na carga maior, escangalhou os dentes e num tom seguro e de correção, abriu a bocarra e bradou em voz alta.

__Onde anda aquele macaco safado, este sujeito  que  contratei paga arranjar mais uma onça que não aparece, se não aparecer,  farei dele a  minha próxima refeição.

O velho e amedrontado Tigre ficou mais assombrado com o pequeno cão e tomou o caminho da floresta para nunca mais aparecer. 

São atitudes como esta, que o homem tem que tomar para enfrentar as dificuldades da vida. Muitos são os tigres e numerosos os macacos. Agora a inteligência é a principal arma do homem.

           Esta Lenda é de domínio  popular e foi rescrita nesta versão simples e descontraída por este mortal.

                       por Iderval Reginaldo Tenório 
ESCUTEM UM DOS CLÁSSICOS DO CANCIONEIRO BRASILEIRO-
WALDIK SORIANO O MAIOR CANTOR DO PAIS DE TODOS OS TEMPOS

Nenhum comentário: