domingo, 11 de maio de 2014

O DIA DAS MÃES, POR IDERVAL REGINALDO TENÓRIO



Gorila



                                                         O DIA DAS MÃES

                                                                     

Amigos,  o segundo domingo de maio foi dedicado às mães. Por força  do destino e pela inversão de valores, o ter passou a superar o ser e hoje apresenta um estrondoso superávit a favor do ter. Devido a esta propriedade mercantilista que é o fulcro do capitalismo, este dia passou a figurar no calendário da economia como uma das alavancas do mercado, confirmando para a nossa civilização a importância da mulher e o significado financeiro da marca mãe para a balança comercial. A data agita o mercado dias antes e esquenta até chegar ao auge duas horas antes da passagem do calendário do sábado para o domingo.

Os filhos, independente de suas condutas durante todo o ano, independente do abandono passageiro, das grosserias e atos desaprovados por sua  matriarca  partem para o mundo concreto e material, com frases prontas,  criadas por marqueteiros e  repetidas pela maioria dos seres humanos, frases que não guardam pertinência com o  dia a dia, presenteiam a sua mãe e junto a estas palavras enchem o seu colo de bens materiais, numa demonstração coletiva, maquinal, de agrado e até mesmo política com o intuito de cumprirem os postos de filhos.

A matriarca do alto do seu trono merecido olha silenciosa e maternalmente para cada ato dos seus rebentos, no seu superficial e momentaneamente os mimos materiais podem até lhe agradar, porém  na maioria das vezes lhes trazem preocupações, vem logo na sua mente o sacrifício dos filhos em lhes presentearem com um bem material, imagina se aquele ato pesou nos seus orçamentos, se foi justo o endividamento e se foi uma demonstração de saúde financeira, muitas são as elucubrações na sua mente noites adentro.  No seu âmago, no seu eu e no verdadeiro sentimento de mãe, o seu  presente desejado não é  aquele embrulho, aquele pacote ou aquele cartão cunhado com palavras propagadas nas televisões, nos rádios e nos grandes painéis espalhados nas grandes avenidas e shoppings, o maior presente que uma mãe deseja receber é a felicidade de   vê os seus filhos vivos, com saúde e no caminho certo, é vê-los bem eticamente, bem nos relacionamentos sociais, bem do ponto de vista mental   como também do ponto de vista econômico.

Então meus amigos, o maior presente que uma mãe quer receber é aquele que ela própria enxerga, sente e se presenteia até a eternidade,  presente  que muitos filhos pensam que a matriarca não percebe, este presente ela recebe no  seu dia a dia e vem embutido no tipo, no modelo, na qualidade e na conduta de filho que o mesmo cunhou e pretende seguir, é este o presente esperado e que muitos  filhos desvirtuam, este presente é eterno, este a mãe levará para a eternidade uma vez que, mesmo depois de deixar este mundo, continuará presenteada para sempre. O mais comum é ouvir de uma mãe que só morrerá em paz quando vê os seus filhos bem posicionados na sociedade em que vivem, os outros presentes são meros mimos simbólicos e materiais, apenas materiais e descartáveis, pensem nisso e feliz dias das mães, muitas já se foram , mas continuam vivas na mente de cada um dos seus filhos.

Iderval Reginaldo Tenório

aguinaldo timoteo - MAMAE - YouTube

www.youtube.com/watch?v=7yqqH5V5zco
21/09/2008 - Vídeo enviado por roberto miranda beto e kika
mamae. ... aguinaldo timoteo - MAMAE ... Agnaldo Timoteo e Angela Maria " Não Se Vá " by ...

  • MAMÃE ESTOU TÃO FELIZ AGNALDO TIMÓTEO - YouTube

    www.youtube.com/watch?v=RO1RMjYJytw
    12/02/2010 - Vídeo enviado por vangodias
    MAMÃE ESTOU TÃO FELIZ AGNALDO TIMÓTEO ... Agnaldo Timoteo e Angela Maria " Não Se Vá " by ...


  • 2 comentários:

    Reinaldo Vilas Boas disse...

    Amigo Iderval, parabéns! O texto que escreveu com clareza e simplicidade, demonstra indubitavelmente o filho que é. Mas acima de tudo, nos ensina sermos verdadeiros filhos. A lição de hoje me faz repensar e, certamente, serei um melhor filho a partir de agora. Obrigado e, mais uma vez, parabéns !

    IDERVAL TENÓRIO-MÉDICO disse...

    Meu mano Reinaldo, nós somos simples, nós somos humanos, apenas humanos, apenas e as nossas mães sabe disso e enxergam tudo, elas sabem de tudo. Um abraço, você não pode ser melhor, você já é
    um grande filho.