terça-feira, 31 de dezembro de 2013

OS INTERESSANTES ABANDONADOS

OS INTERESSANTES ABANDONADOS
                                              Iderval Reginaldo Tenório
Adicionar legenda
                                                     
                             CEGO OLIVEIRA-JUAZEIRO DO NORTE-ESTE EU ESCUTEI MUITO.
     
Quando criança na minha cidade natal, ficava impressionado e sempre que podia, passava horas e horas a observar os mendigos da minha cidade , Juazeiro do Norte lá no Sul do  Ceará, mendigos esses que eram chamados de esmoles.

Todos que pediam , eram colocados no mesmo saco, no mesmo balaio, bastava um defeito físico, visual ou mental, eram tachados de  esmoles.

Depois que a gente cresce e vira adulto,  passa a entender o quadro sociológico, muitos eram pacientes psiquiátricos abandonados pelos podres poderes públicos, outros, doentes vitimas do alcoolismo crônico, alguns muito pobres , muitos viviam abaixo da linha da pobreza, agora pasmem: diversos eram verdadeiros gênios , eram artistas natos, ícones do regionalismo, que por serem deficientes físico , auditivo ou visual ,  utilizavam-se das artes  oferecidas por Deus para as suas  sobrevivências e tocavam flautas, pífanos, pandeiros, lâminas de serrotes, cítaras, sanfonas, rabecas, pé de bode, triângulos, berimbaus, violões e diversos outros instrumentos às vezes simultaneamente. Perdia horas e horas a ouvir os seus instrumentos, suas músicas  e as suas vozes.

 Depois  de consciente e adulto , agradeço as horas perdidas, horas que na verdades de perdidas  não tinham nada,  foram as horas mais achadas da minha vida, momentos  gravados na minha mente e importantíssimos para a minha formação humana  e cultural   .

 O que mais apreciava eram as histórias cantadas nas sua características vozes, muitas vezes choradas, gemidas e arrastadas, muitos foram os clássicos e os benditos gravados na minha mente . Hoje repito espontaneamente, fruto das observações destes guerreiros Caririenses.

Obrigado abnegados e injustiçados gênios do meu Cariri, de minha serra do Araripe, da minha  Juazeiro do Norte, do meu abençoado Ceará. Ao Cego Oliveira e a todos os cantadores de rua, obrigado pelas aulas não valorizadas na época e que hoje cora de vergonha as faces daqueles  que  viveram , que nada fizeram e nada souberam aproveitar. 

Viva os nossos gênios tão maltratados , porém admirados por uma leva de inocentes ,inocentes estes que fariam de tudo para voltar a conviver com todo aquele universo cultural e se Deus assim permitisse  bradaria em voz alta para todo o mundo escutar. 

Obrigado meus professores da vida e salve esta bela  e democrática cultura, viva os ícones que ficaram no esquecimento, mas que brotam de vez em quando das nossas mentes. 

Muito obrigado meus eternos professores.

                                                    Salvador,12 de Março de2012
                                                        Iderval Reginaldo Tenório

ACESSE O BLOG     http://www.iderval.blogspot.com
Escute o grande Cego Oliveira na fase áurea de cantorias.



Cego Oliveira - Na porta dos cabaréis - YouTube

www.youtube.com/watch?v=wRsFRTjwd7s
27/10/2007 - Vídeo enviado por Carlos M.
Trecho do documentário "Nordeste: Cordel, Repente E Canção (produção de Tânia Quaresma, 1975)" onde ...
  • Cego Oliveira - Minha Rabequinha - YouTube

    www.youtube.com/watch?v=hdA9lvKUF6E
    26/10/2007 - Vídeo enviado por Carlos M.
    Trecho do documentário "Nordeste: Cordel, Repente E Canção (produção de Tânia Quaresma, 1975)" onde ...
  • cego oliveira, no sertão do seu olhar on Vimeo

    vimeo.com/52188803
    25/10/2012
    CEGO OLIVEIRA, NO SERTÃO DO SEU OLHAR. Beta NTSC 17'20” 1998 Investigação poética da visão ...
  • Nenhum comentário: