sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

ENTREVISTA DA DOUTORA KATIA.. Kátia Vargas quebra o silêncio: "Não posso assumir algo que não fiz"


RSSFacebookTwitter
por Giulia Marquezini no dia 27 de Dez de 2013 às 15:40 em Cidade

Kátia Vargas quebra o silêncio:

 "Não posso assumir algo que não fiz"

Kátia Vargas quebra o silêncio: "Não posso assumir algo que não fiz"
Adicionar legenda

Foto: Reprodução
  A médica Kátia Vargas, acusada pelo Ministério Público do Estado (MP-BA) de ter provocado o acidente que matou os irmãos Emanuel e Emanuelle Gomes Dias, em outubro deste ano, enviou, por meio de sua assessoria de comunicação, carta e vídeo com suas primeiras declarações à imprensa nesta sexta-feira (28). 

Na carta, Kátia afirma que em momento algum tocou na moto conduzida por Emanuel e que não teria como ter provocado o acidente que matou os irmãos. "Não posso assumir algo que não fiz. Acredito na justiça dos homens e na divina. Se perdemos a fé na justiça, acho que perdemos a fé na vida. A verdade existe e tem que aparecer", diz.

A médica ainda repudia o fato de seus filhos e seu marido terem sido expostos na mídia e as ameaças de morte que sofreram. Porém, afirma saber que a dor da mãe de Emanuel e Emanuelle é maior do que a dela. "É mais trágico pra ela do que pra mim. Apesar do sofrimento, eu estou viva, mas sei que esta dor não tem preço, não tem tamanho, não tem tempo pra passar e não sei se passa", declarou.

O material divulgado ainda incluiu entrevista em áudio. Kátia foi liberada pela Justiça baiana, no dia 16 de dezembro, para responder processo em liberdade. Segundo o advogado Sérgio Habib, que defende a médica, "a situação dela deve ser examinada pelo tribunal do júri, ou seja, deve ir a júri popular". "Ela preenche todos os requisitos para responder em liberdade", 



Veja o vídeo enviado pela assessoria de comunicação da médica:




2 comentários:

IDERVAL TENÓRIO-MÉDICO disse...


Cida Meira Iderval Tenorio estava numa loja e tinha uma tv ligada e passava exatamente a entrevista dessa médica e uma entrevistas da mãe inconsolável dos dois jovens que morreram e chorei! Que dor aquela mãe está passando e nada traz seus filhos de volta... Dor insuportável, como ela está fragilizada, vontade de abraça-la, ajudá-la, apesar de saber que em nada ajudaria, e nem aliviaria a sua dor, quem sabe o tempo..

há ± 1 hora · Curtir

IDERVAL TENÓRIO-MÉDICO disse...


Iderval Tenorio A vida prega, depois prega e depois nos pega . É a vida, os poetas e as poetisas sabem disso. É a dinâmica da vida. Um abraço. Chore e abrace mesmo que seja de longe, mas chore e abrace. Iderval.

há 22 minutos · Curtir