domingo, 15 de janeiro de 2017

A INSIGNIFICANCIA DESTA CIVILIZAÇÃO , O SER HUMANO E OS SEUS CONFLITOS. Viajando pelo Futuro.


Resultado de imagem para o homem atual
Resultado de imagem para o homem atual
                                                          
Resultado de imagem para o homem quantico
Adicionar legenda


A INSIGNIFICANCIA DESTA CIVILIZAÇÃO , O SER HUMANO E OS SEUS CONFLITOS.
Viajando pelo Futuro.

O HOMEM 

I
Diante da grandeza e da imensidão da infinitude do universo é o ser humano um quase nada, das suas origens  nada sabe de concreto, pouco se conhece do seu passado, tudo que existe documentado sobre as suas raízes é nebuloso e controverso, dos seus deuses, dos seus santos, dos seus dogmas e crendices a ciência nada consegue explicar com propriedade.

Do corpo humano só se conhece a macro anatomia, isto é, a anatomia descritiva e parte da topográfica, quase nada da anatomia microscópica e agora menos ainda,  com a anatomia nanoscópica preste a ser aplicada, do cérebro não se sabe nem 2%. 

Afinal quem é este ser humano que da vida nada sabe e pensa que sabe? Quem é este ser que não sabe quem é o seu próprio eu e não respeita a individualidade do outro? A sexualidade, a carga genética, os credos religiosos e os costumes dos seus ancestrais? Quem é este ser que o instinto é matar, eliminar, desqualificar e diminuir o outro tomando como inimigo ferrenho os que  discordam de suas idéias, vide os ditadores de todos os tempos, inclusive os atuais, as grandes potencias e o domínio hegemônico pelo poder econômico e militar, tudo pela conquista das fontes energéticas, pela venda de armamentos, tanques, aviões e toda a tecnologia do mal? E que para freá-los se faz necessário a criação e elaboração de lógicos manuais, resoluções, leis  e de  óbvios acordos  sobre a vida dos mais fracos e dominados?

Quem é este ser humano que queima desenfreadamente um produto nobre, como o petróleo para  mover carros, locomotivas, aviões, navios, tanques, máquinas agrícolas,  maquinas de moer cana e mandioca tal qual se queimava a madeira de lei tempos atrás para fazer fogo?  Quem é este ser humano que ainda contamina os mananciais aqüíferos , os oceanos, os rios, os grandes lagos e o solo com os seus esgotos domésticos, esgotos industriais, esgotos comerciais, dejestos hospitalares, de cortumes e de  frigoríficos,     os seus próprios dejetos intestinais ,  como também o seu  próprio corpo nos cemitérios e crematórios? 

Que  ser humano é este, que,  como um animal predador carnívoro,  abre ainda vivo um caranguejo a espernear de dor,  o fratura com a sua força brutal, joga na panela ainda se movendo, se estribuchando  e diz sorridente que  é gostoso?  Que ser humano é este que joga ainda vivo na água fervente peixes, aves, pequenos animais, camarões, crustáceos e outros seres vivos para depois come-los? Que ser humano é este?

Que ser é este,  que a mão que limpa os seus escrementos naturais e orificiais   , é a mesma mão que utiliza a caneta , aperta o gatilho de uma  arma de fogo, ativa uma forca , aciona uma cadeira eletrica ou injeta substancias letais , muitas vezes pelo instinto da maledicência e da maldade ou por obediência hierárquica aos líderes das suas nações ou corporações , principalmente das grandes potências, quando estes,  enclausurados nos longínquos e blindados gabinetes , para matar  e destruir, utilizam a caneta, que ser é este, que diz ou acha que raciocina?


   II
   O PRESENTE
Ao olhar para o infinito céu a olhos nus,  vê-se   um pouco mais de 2(duas)  a 5(cinco) mil estrelas de um universo estrelar de mais de 100(cem) bilhões  só da nossa galáxia, a via Láctea, ficando outros sextilhões de estrelas das outras 200 bilhões de galáxias , que praticamente apenas existem no imaginário humano,  pela grandeza do universo e dos prováveis bilhões de outros universos Seguindo teoria atual do multiuniverso que diz que , tal qual o número de meteoros,  satélites,  de planetas, de  estrelas e galáxias que constiuem este nosso limitado  universo,   já se deduz que existem  bilhões de outros universos formando o multiuniverso . O Multiuniverso é infinito.

Ao mergulhar nas águas dos oceanos,  que cobre 76% do globo terrestre, se conhece menos de 10% e das suas águas mais profundas menos de 0,5%.

  Da terra propriamente dita , da sua profundidade,  quase nada se conhece , uma vez que da borda em que vivemos, com as suas águas, as suas plantas, os seus minerais e as milhares de vida  ao seu  núcleo ferroso,  denso, pesado, pastoso e  incandescente  dista mais de  6,3 mil quilômetros,  perfazendo  diametralmente  12,6 mil quilômetros , perpassando por   pedras, larvas, água, fogo, minerais e milhões de outros componentes.

Do sol só se conhece o superficial, as sua explosões, as gigantescas e cuspidas labaredas  de 200 mil quilômetros que fervilham na sua borda, vê-se telescopicamente as descargas eletromagnéticas que desconfiguram todos os componentes da terra , que é uma estrela de quinta grandeza e  se trata de uma gigantesca bola de fogo gasosa de  1,4 milhões quilômetros de diâmetro , que corresponde a 120 diâmetros da terra, que fica a 150 milhões de quilometros do nosso planeta, que é constituído em mais de 94 % de Helio e hidrogênio mesclado com ferro, oxigênio, enxofre e outros elementos, que sozinho corresponde a 99% de toda a massa  o sistema solar, que a temperatura periférica chega 6 mil graus centigrado  na periferia e a 15 milhões de graus no seu núcleo que fica a 680 mil quilômetros de sua borda.

Da vida,  este ser ,  sabe  apenas o suficiente para se  viver umas dezenas de anos e do tempo esta geração nada sabe, de que vale mil ou dez mil anos de um total de cinco bilhões vividos e mais cinco bilhões por viver e em evolução? Então amigos, no frigir dos ovos, nós  nada somos, não sabemos de nada e na escala evolutiva das civilizações,  ainda estamos no período zero numa escala de III e que segundo os estudiosos,  será acrescentado um quarto tipo de civilização, ainda estamos na pré-civilização de inteligência.

                              AS CIVILIZAÇÕES E OS SEUS TIPOS
                                               III
No estágio zero de civilização o ser humano domina apenas os animais, as técnicas agrícolas , os princípios da física, da química , da mecânica e pode prever traços  dos fenômenos naturais, é nele que se encontra a civilização atual. 

No momento com a internet, com a interação do mundo como um todo e sem divisões, esta civilização caminha a passos lentos para o primeiro estágio, uma vez que já existe a comunicação online em todo o globo, já se viaja pelos espaços com as suas ondas eletromagnéticas, o raio laser é uma realidade  . É a fase cibernética farejando o primeiro grau de civilização, é a internet  interligando o homem ao homem ,   aos seus aparelhos fabricados por ele , como os eletrodometicos, os eletroeltronicos, o seu trabalho, a sua casa e o seus meios detransportes, é o homem cibernético  em busca do  aprimoramento e se aproximando do    homem quântico .  

 
Na civilização Tipo I, o ser tem poder sobre o planeta, controla parcialmente  as chuvas, os relâmpagos, os trovões, as enchentes, o clima, os oceanos, os rios, os vulcões e as tempestades, tudo que existe na atualidade será caoisas do passado . 

No Tipo II  controlará o seu sistema o sol os planetas, os satelites e  aos meteoros,  controlará a energia do seu sistema, passarão a ser seres imortais, nada o destruirá, controlará totalmente o seu planeta como hoje controla a sua casa.

No Tipo III a civilização será Galáctica, ela controlará toda uma galáxia com todas as suas estrelas e civilizações que nelas existam, o ser constituido e possuidor de uma massa corpórea passará a possuir energia corpórea, viajará através dos espaços e dos tempos, deixará de ser matéria, o homem será energia.

Os cientistas estudam o quarto tipo, quando o ser controlará e explorará  o seu universo com as suas galáxias em busca da energia, que tal os alimentos,  vindo do sol  na atualidade,  que gera a vida ,  será o responsável pelas vidas futuras. Nesta fase a teoria da Matéria e da  Energia Escura, que corresponde a 96% de toda a matéria e energia invisíveis do Multiuniverso , será o principal foco da  ciência para esta desenvolvida civilização.

O Homem é um nada , tem muito a evoluir, a nossa civilização é um embrião que ainda tem mais de cinco bilhões para evoluir, muitas eras glaciais ainda virão, o homem atual na escala universal da evolução ainda é um ser pré-primário, é um nada diante da grandeza infinita do nosso pequeno Universo, o homem atual é apenas  um homo sapiens.

Iderval Reginaldo Tenório

AVOHAI - ZE RAMALHO - YouTube

https://www.youtube.com/watch?v=eoMxWIv5yTA
21 de mai de 2010 - Vídeo enviado por Ju zanchi
APENAS TRES COISAS ULTRAPASSAM OS LIMITES DO CEU, OS LIMITES DO MUNDO, A ...

Zé Ramalho - Avôhai - YouTube

https://www.youtube.com/watch?v=wWo4kFYK7-o
13 de fev de 2015 - Vídeo enviado por ZeRamalhoVEVO
O vídeo ao vivo de Zé Ramalho para a a música "Chão de Giz". Clique para comprar a faixa: http ...

Zé Ramalho Avôhai - YouTube

https://www.youtube.com/watch?v=xJ2RGVEP7wQ
17 de nov de 2012 - Vídeo enviado por mp3foreverdown
ACESSE MEU SITE http://mp3foreverdown.blogspot.com.br CURTA A PAGINA DO FACEBOOK ...

Zé Ramalho - Avôhai - YouTube

https://www.youtube.com/watch?v=mA9BZ0M0s9g
13 de abr de 2013 - Vídeo enviado por Gustavo B. L.
1997 - 20 Anos: Antologia Acústica Em HD: https://www.youtube.com/watch?v=pT0aC2tSvZE.

Raul Seixas - Eu nasci há 10 mil anos atrás - YouTube

https://www.youtube.com/watch?v=Y80GfK_mFDw
11 de jun de 2014 - Vídeo enviado por Paulo Coelho
Raul Seixas - Eu nasci há 10 mil anos atrás ... RAUL SEIXAS NO PROGRAMA DO JÔ SOARES COMPLETO ...
13 de ago de 2011 - Vídeo enviado por Djailson
"Eu NasciDez Mil Anos Atrás" foi inspirada em " I Was Born About Ten Thousand Years Ago ...

Raul Seixas - Eu Nasci a Dez Mil Anos Atras - 1976 - YouTube

https://www.youtube.com/watch?v=6orcj8I-MRY
9 de jul de 2010 - Vídeo enviado por Mauro Veiga
No Globo de Ouro, logo após a entrada do programa. De 1976.



Nenhum comentário: