sexta-feira, 3 de abril de 2015

O LIVRO É MUITO MAIS DO QUE UM MAÇO DE PAPEL.


O LIVRO E O HOMEM

Desde que me entendo por gente escuto falar  que livro é um produto caro, sendo  inclusive  o  álibi para o grande desinteresse pelo hábito da leitura , nunca aceitei esta pífia conclusão.

Pergunto aos que utilizam esta insustentável explicação, qual é a sua média de preço , do produto,  uma vez que o valor do seu conteúdo é incalculável.  

Antes que me respondam, emendo logo outras perguntas  e já com óbvias respostas: 


 Pergunto quanto custa uma pizza para duas pessoas, quanto se paga por uma corrida de táxi de sua casa para o trabalho, para a escola ou para o aeroporto ,  qual o preço de um almoço  num médio restaurante a quilo , qual o valor de um  ingresso para o show de um artista mediano,   porque  de uma  grande estrela, não precisa nem perguntar.  Qual o valor de um corte de cabelo em qualquer  salão de beleza, sem falar nos outros produtos  deste estabelecimento. 

Deixo sempre o interlocutor tonto  com tantas perguntas e  respostas, explano que , o valor do mais barato dos produtos   equivale ao valor de um livro . Faço ainda a seguinte observação, quando o livro é impresso em papel  menos nobre  e em brochuras mais simples,  fica quase  de graça, custa menos do que uma  refeição simples .

Fico indignado inclusive com alguns letrados e muitos escritores, que  contaminados pelo desânimo , pela falta de apoio , pelo descaso  dos gestores  da cultura,  passam a acreditar que o livro é um produto caro.

Utilizo o seguinte argumento para o convencimento do baixo valor de um compêndio literário escrito, informo que se um livro fosse comprado para fazer fogo, enrolar sabão ou pregos numa feira livre seria um produto caro, pois existe papel mais barato, agora , o livro possuidor de uma identidade, de um responsável, de um pai, de um criador é um elemento que tem vida ,  alma,  personalidade , caráter e ética, então,  quando se adquire uma obra literária, jamais esta obra tem um valor pecuniário, o preço na prateleira  é simbólico , uma vez que, naquela  celulose  existe muitos anos de pesquisas ,  de estudos ,  a participação de diversas cabeças, muitas mãos, noites em claro , quilômetros de andanças e incalculáveis doses   de emoção.

Termino falando que do ponto de vista literário, o livro não é um  mero produto,  é a alma do autor, é a sua vida, é um filho,  é um ser vivo  e que nunca morrerá, viverá em eterna hibernação ,  despertará todas as vezes que for aberto para leitura, nascerá com cada leitor,  fará parte da sua vida  , será incorporado e com ela se confundirá. O livro é uma das mais importantes partes deste ilimitado universo,  não é um simples produto . 

O valor pago por cada volume é  simbólico , comemorativo e o passaporte para o nascimento de mais uma obra,  é o incentivo aos magos e abnegados escritores. Ao visitar um grande Centro Comercial vi que o valor de uma xícara de  café, de uma água mineral e de  duas bolas de sorvetes  equivale ao valor simbólico de um livro. 

As palavras , principalmente quando escritas,  são alimentos mor do intelecto humano, são  combustíveis para o cérebro, como  é o pão o   energético do corpo.


À Reflexão: 
O livro meus amigos é como a vida, não tem preço. 
O livro como a água é  o diluidor universal , é um ser indispensável, é o melhor presente que um jovem deveria  receber.

Vá  de ônibus, dispense o táxi e lá adquira um livro .
 boa leitura.

Iderval Reginaldo Tenório
Miniatura

Mario Zan - Chalana

de adaircarvalho3 anos atrás 74990 views
um dos m




  1. Miniatura

    MEU CANARIO -- TONICO E TINOCO

    de caminhoneirosp3 anos atrás 66971 views
    MUSICA RARA, NÃO SE ENCONTRA FACIL. PRA QUEM ME PEDIU AI ESTA . VALEW

  2. MARISA MONTE - MEU CANÁRIO

    de Flávio Carrijo5 anos atrás 11494 views
    Marisa Monte canta "Meu Canério", dia 21/07/2007, no Vivo Rio. Tour Universo Particular - Rio de Janeir

DEIXE O SEU COMENTARIO

2 comentários:

Amanda Alves disse...

Nossa que grande reflexão sobre o livro! Achei muito interessante esse texto escrito pelo mestre Dr. Iderval, com certeza servirá de inspiração!

Mario Pires disse...

Belíssimo e original texto. Parabéns, amigo. Publicado no Blog do Mário Pires.