sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

CAUSOS DO MEU SERTÃO

            
Resultado de imagem para VIATURA VELHA DE POLICIA
Adicionar legenda



Coisas do Nordeste.
TÊJE PRESO,  NUM TÊJO 
TÊJE PRESO, NUM TÊEEEEJO

Compadre  Anacleto  era um arrimo de família lá do meu interior, para sustentar a família constituída de sua avó,  sua mãe e mais uma ninhada de dez irmãos , teve que trabalhar duro. 


Depois de mais de 50 anos de trabalho conseguiu que o seu irmão caçula entrasse na polícia militar e conquistasse a patente de Sargento de Polcia, decorridos muitos pedidos e para se vangloriar orgulhosamente do seu esforço, conseguiu que o  menino fosse comandar a delegacia do pequeno município.


Constava o seu efetivo de uma pequena viatura de mil cilindradas,  seis soldados, um  cabo e um sargento, neste caso , o irmão caçula do compadre Anacleto.


Está documentado nos anais da delegacia, que o batalhão foi acionado em plena madrugada,  a viatura tomou o rumo de um  bar na zona não eleitoral da pequena cidade  , ao chegar encontrou um senhor dos seus setenta anos de idade  encharcado de cachaça , nu da cintura para cima e querendo quebrar tudo,  a fubuia tomara conta e  anulara a consciência do setentão.


O jovem cabo se aproximou do sujeito, consertou a folgada boina, ajeitou o  grosso cinto de lona   , trêmulo e ancioso devido o pacto de inaugauração,  com o dedo em riste , com a  voz alta e com toda a  força  dos pulmões   distreinadamente  gritou.


___TÊJE PRESO



O arruaceiro  na bucha respondeu


__NUM TÊJO


A cena se repete por duas a três vezes



__TÊJE PRESO


__NUM TÊJO


__TÊJE PRESO


__NUM TÊEEEEJO


O cabo sentido-se desprestigiado, vai até a casa do sargento, acorda a autoridade maior e conta o ocorrido , a viatura agora parte completa,  dois soldados ,  um cabo e um sargento e riscam no baixo meretrício na porta do bar, açodado e mais do que diligente,  o sargento já entra gritando sem olhar para o cidadão a ser preso.


__Têje preso, disse o sargento


__Num têeeeeejo, respondeu o velhote já zangado


Quando o sargento viu quem era o velho, ficou branco e sem ação.


O velho levantou a cabeça e num lampejo  de recurepação  da consciência,  devido o choque adrenalínico,    em voz alta respondeu.



__Num Têjo e me respeite  cabra safado, pra casa e logo, isto não é hora de menino amarelo andar na rua, amanhã eu e mãe acertaremos a sua vida.



O sargento, de cabeça baixa e sem nada falar,  entrou na viatura, deixou os  soldados na  delegacia e voltou no seu carro particular com uma caravana constituída de dona Mocinha a sua mãe de 80 anos , dona Sinhá a sua irmã mais velha e juntos conseguiram levar o compadre Anacleto para casa.




Na outra semana pediu transferência para outro município.


Iderval Reginaldo Tenório

ESCUTEM NA VOZ DO VELHO LUIZ LUA GONZAGA - 

DO GRANDE MEDICO PERNAMBUCANO ,O GINECOLOGISTA ZÉ DANTAS, AUTOR DE A VOLTA DA ASA BRANCA E O XOTE DAS MENINA.

.

O Delegado no Coco - YouTube

https://www.youtube.com/watch?v=MV3rzkXZH2c
18 de mar de 2012 - Vídeo enviado por apfrezende G
Música O Delegado no Coco com Luiz Gonzaga. ... again later. Published on Mar 18, 2012. Música O ...

Luiz Gonzaga - O Delegado No Coco - YouTube

https://www.youtube.com/watch?v=DSB3HkKwBdY
24 de fev de 2016 - Vídeo enviado por Geylsson Ylsson
Música

Nenhum comentário: